Notícia

13 de Julho, 2018

Jovens Brasileiros se mobilizam para participar da Jornada Mundial da Juventude 2019

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) acontecerá de 22 a 27 de janeiro de 2019, no Panamá

Falta pouco mais de 6 meses para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá de 22 a 27 de janeiro de 2019, no Panamá e os jovens brasileiros já se preparam para o maior encontro da juventude católica.

A confirmação da participação de Francisco na JMJ 2019 anunciada esta semana movimentou ainda mais a juventude. Em todo o país, grupos de jovens das arquidioceses, como a de São Paulo, Bahia, Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro, se organizam para participar do evento.

Em Salvador (BA), um grupo da arquidiocese está se organizando para a viagem. O desejo do então bispo auxiliar e responsável pelo setor juventude, dom Gilson Andrade da Silva é que todos os jovens da arquidiocese possam viver essa experiência juntos.

“Participar deste evento é renovar o “ser Igreja”, é alimentar a unidade em nosso coração. Em meio a tantas ideologias e novas denominações poder presenciar que nossa Igreja é viva e jovem, reaviva em nosso coração o desejo de pertencer a ela e fazê-la dar frutos através de nossa busca pela santidade. É então também uma renovação de fé”, destaca o jovem da paróquia Nossa Senhora do Resgate, Gabriel Casali – um dos integrantes da delegação baiana.

Para viabilizar a viagem, a juventude de algumas paróquias baianas tem realizado atividades para arrecadar dinheiro para poder mandar a maior quantidade possível de jovens. Neste sábado (14), às 9h, haverá uma reunião extraordinária com todos os jovens da arquidiocese que desejam participar da Jornada.

“É a maior experiência que um jovem católico pode ter e vale o esforço para estar presente, vivendo esse momento. Quando digo que vale o esforço, vale o esforço dos sacerdotes e paróquia também, para ver seus jovens lá”, diz Gabriel, que aos 21 anos já esteve presente nas duas anteriores, JMJ Rio e JMJ Cracóvia.

A mistura de culturas é um ponto alto da JMJ que é uma experiência rica de troca de experiência com jovens de todo o mundo se unem em uma só voz para rezar juntos. “Minha expectativa é que da mesma forma que eu pude viver essa experiência e me apaixonar ainda mais por minha Igreja, esse amor seja renovado e meu coração volte ainda mais inflamado e desejoso de me doar por ela. Que assim também seja na vida de cada jovem que estiver lá presente. Que todos saíamos revigorados e enviados pelo Santo Padre possamos cumprir a missão que o Senhor nos designa aqui, em nossas arquidioceses”.

A JMJ é organizada pela Igreja Católica a cada três anos. Essa será a 3ª JMJ do papa Francisco, depois do Rio de Janeiro em 2013 e Cracóvia em 2016. Ao se realizar no mês janeiro, tendo em conta o verão austral, o encontro no Panamá deverá ter menos afluência europeia, mas uma participação mais forte dos países da América Latina, e especialmente da América Central.

 


Fonte: CNBB


comments powered by Disqus

Contato

Mensagem enviada com sucesso! Aguarde que entraremos em contato.

Erro ao enviar a mensagem, tente novamente.